acessoresar2Os assessores de Direcção da Assembleia da República estão deste terça-feira (8) a beneficiar de uma capacitação em matérias assessoria técnica aos órgãos de direcção e indústria extractiva como forma de aprimoramento dos seus conhecimentos e habilidades no aconselhamento dos dirigentes em diversos assuntos.

Trata-se dos assessores, conselheiros e técnicos do Gabinete da Presidente da Assembleia da República, Assessores das bancadas parlamentares da Frelimo, Renamo e MDM, bem como do Secretário Geral da Assembleia da República que, durante três dias, vai se debruçar, dentre várias matérias, sobre funções de assessor de direcção, relacionamento interpessoal, intrapessoal e institucional sua importância para o trabalho de assessoria, o processo de tomada de decisões, bem como a comunicação, o trabalho de assessoria e indústria extractiva.

acessoresar3De acordo com a Directora do Centro de Formação e Estudos Parlamentares, Irene Chissancho, este acto de formação faz parte do rol de diversas capacitações que o secretariado geral da Assembleia da República, através do centro de formação e estudos parlamentares está a levar a cabo tendo em vista o aprimoramento das capacidades interventivas dos funcionários parlamentares em diversas matérias.

“O nosso principal objectivo é buscar ferramentas que nos possibilitem capacitar cada vez mais os funcionários parlamentares para que possam com conhecimento sólidos apoiar o parlamento no desenvolvimento das suas principais missões”, disse Chissancho recordando que são funções do Parlamento legislar, fiscalizar e representar aos cidadãos, missões cuja participação dos assessores parlamentares, a todos níveis, se afigura indispensável.

Neste contexto, segundo a Directora Chissancho, foram arrolados vários temas a serem ministrados por académicos nacionais devendo, igualmente, reflectirem sobre a indústria extractiva, no que concerne às dinâmicas actuais do sector, projectos de gás e suas implicações para a economia moçambicana, bem como buscar perspectivas e propostas de políticas para o sector.

Na ocasião, a Gestora de Projectos no IMD, Elisa Muianga, sublinhou que com a realização desta formação pretende-se contribuir para a melhoria do trabalho de auxílio intelectual e consultivo que os funcionários da Assembleia da República prestam aos diversos órgãos de direcção.

acessoresar1“É de reconhecimento de todos que, uma boa assessoria de direcção da nossa casa do povo ira reflectir-se no bom funcionamento desta instituição, garantindo o desempenho daquilo que é o mandato do deputado”, disse Muianga para quem espera que esta forma traga uma mais-valia nestas matérias no sentido de melhor prestação aos órgãos de direcção desta assembleia em várias questões.

Muianga garantiu que o IMD vai continuar disponível e comprometido em continuar a apoiar o reforço das capacidades da Assembleia da República no exercício das suas funções.

A actividade é organizada pelo Secretariado Geral da Assembleia da República, através do Centro de Estudos e Formação Parlamentar (CEFP), em parceria com o IMD, no âmbito da implementação do Projecto Fortalecendo o Papel do Parlamento e das Assembleias Provinciais na Fiscalização do Sector da Industria Extractiva em Moçambique, financiado pelo Governo da Finlândia, através do respectivo Ministério dos Negócios Estrangeiros. A iniciativa conta com a DemoFinland e o Netherlands Institute for Multiparty Democracy (NIMD), como parceiros de implementação.

Contacto

+258 843066565
Avenida Salvador Allende, Nrº 753

mapa

foreignaffairsfinlandnimddemofinlandidea footerosisa footerirish aid footeruniao europeiareino dos paises baixosembsuecia

Criação e implementação: DotCom